‘Brasil, Pátria Educadora’ é Lema Do Novo Governo, Diz Dilma

4.663,75. Porém, o governo tem se exibido preocupado com a sustentabilidade da Previdência Social, e não exclui a perspectiva de reformas. Um modelo foram as transformações nas regras pra permissão de privilégios como pensão por morte e auxílio-doença. Neste fato, planejar as finanças se torna ainda mais primordial pra proporcionar um futuro quieto. As opções de aplicações são diversas e cabe ao interessado escolher a que mais combina com o teu perfil. Colégio Pedro 2º Terá Mestrado Pra Professores , professor de Finanças do Ibmec, o primeiro passo é cultivar o hábito da poupança.

“A previdência privada tem de dinheiro e tempo. Deste modo quanto mais cedo começar a poupar, melhor”, avalia o especialista. É o caso do propagandista Matheus Lima, 40 anos, que tem um plano de previdência privada pela empresa, contudo assim como investe em fundos de renda fixa a alongado prazo e na poupança.

Advertisement

“Já estou investindo há algum tempo. Também aspiro adquirir dólares, contudo no momento atual, sem chances”, diz. Gerente de produtos e inteligência de mercado da seguradora Mongeral Aegon, Marcus Marinho explica que, no momento inicial, o melhor é passar pela caderneta de poupança, até acumular uma quantia mais alta, que permita migrar pra investimentos mais rentáveis.

“O Instituição Do Trabalhador: Governo Oferece Cursos Grátis De Excel, Inglês E Espanhol estar segundo a inevitabilidade. É preciso avaliar se é uma aplicação de curto, médio ou enorme prazos. Explicando de previdência, PGBL e VGBL são as melhores opções para as pessoas que pretende deixar o dinheiro aplicado por ao menos cinco anos. Contudo se a pessoa está prestes a se aposentar e vai ser obrigado a sacar aquele dinheiro em menos de cinco anos, é melhor optar por fundos de investimento ou títulos do Tesouro”, explica Marinho.

De acordo com o executivo, no PGBL e no VGBL, o ganho financeiro não é tributável e há a possibilidade de mudar o investimento de escola financeira, caso sejam encontradas condições melhores. Além do mais, a rentabilidade tende a ser mais alta que a da poupança. Imediatamente Ruy Quintans aconselha que se dividam os recursos em três tipos de aplicações: muito segura (poupança ou Tesouro), intermediária (CDI, dólar, fundos multimercado) e especulativa (ações).

Advertisement

“O Tesouro é um método muito curioso, pois os títulos são considerados o risco mais nanico. Ademais, rendem o equivalente à Selic ao ano. Essa taxa sobe e desce ao sabor da economia e do Copom, mas obviamente a todo o momento ganhará da inflação. Sendo assim é uma aplicação muito vantajosa”, explica o professor.

O professor de Educação Física André Luiz Pais Pires, 34 anos, ainda não fez um plano de previdência privada pra ele, contudo prontamente começou a investir no futuro dos filhos, de dois e cinco anos. “Hoje não fornece para depender só da Previdência Social, no entanto eu pretendo continuar trabalhando depois que me aposentar. Pensei em auxiliar meus filhos primeiro. Em vista disso fiz um seguro de vida para mim e um PGBL pra eles”, explica. Mas, Marcus Marinho da Mongeral aconselha que não se imagine no futuro dos filhos antes de organizar a própria vida financeira. “Se não as pessoas acabam utilizando este processo para necessidades próprias quando a ocorrência aperta”, diz.

Share This Story

Get our newsletter